21.10.15

De Volta para o Futuro - Parte 1

E hoje foi o grande dia!


Hoje foi o "dia do futuro" no filme "De Volta para o Futuro - parte 2".

O filme (a parte 1) foi lançado em 1985. Eu tinha meus miseráveis 8 anos de idade e não lembro nem quando que eu o assisti. Obviamente, na TV aberta, o que deve ter sido uns 2 anos depois de lançado. Enfim, é irrelevante. Eu era pequeno e me encantei com o filme.

Tudo que eu queria, no futuro, era trabalhar como cientista em algum lugar legal, usar jaleco branco, e numa sala escrito "laboratório" na porta.

Esse sonho eu já realizei, há alguns anos, quando trabalhei com células a combustível com um ex-colega e grande amigo da faculdade. Nada mal, hein?

Os meus esforços e os esforços do acaso acabaram me levando a trabalhar como engenheiro de uma empresa bem grande, num lugar que, em alguns momentos eu comparei a um exílio, mas que não tem nada de tão ruim, e que eu aprendi a gostar das partes boas, e encher o saco de todo mundo que está perto por causa das partes ruins.

Meu dia hoje foi surreal.

Cheguei muito mais cedo que de costume no trabalho. Todo mundo se espantou (óbvio), e eu expliquei que hoje era o dia do filme, bla bla bla, e que, na verdade, acordei atrasado como de costume, peguei a máquina do tempo, e cheguei bem cedo por lá. Ninguém se espantou muito com essa explicação. Era para eles darem risada! Oras!

Lá no refeitório, na hora do café (sim, tem isso), reparei em como esse mundo é surreal... mais que eu.


  • A nutricionista estava com um jaleco azul claro, uma calça dessas de moda duvidosa, bem folgada e colorida, e com alpargatas. Sério, parecia que estava de pijamas.
  • Uma técnica de lá tem o hábito de falar sozinha quando está almoçando, e até de gesticular. Os outros dizem que ela é estranha... mas eu não acho. Não por esses motivos. Afinal, eu também faço isso às vezes. Essa menina deve ser muito legal, mas eu nunca consigo conversar com ela.
  • Chegou depois um colega desses que gosta de conversar assuntos chatos. Ele encheu muito o meu saco. Nada de aceleradores de partículas, vida em outros planetas... nada disso. Por que as pessoas não curtem esses assuntos, que são verdadeiramente sérios???
  • Tem uma outra colega lá que, de tanto que fala, chega a NARRAR o que está falando. Gente, ela fala demais.


O plano para hoje é assistir pelo menos um dos filmes com uns amigos daqui.

E vocês? O que me contam? Deixem seus comentários!


4 comentários:

Ruvânia disse...

Ótimo texto! ^^

Ocho disse...

Só digo uma coisa: Nostalgia pura!! https://www.youtube.com/watch?v=Q0VGRlEJewA

Kodi disse...

Ohoo! Uma postagem com cara de blog! Que mudança de estilo.
Bom, eu tenho coisas que eu não imaginava que poderia ter em 2015. Isso é ótimo.

Patricia Patitucci disse...

hahaha Bruno! voce devia escrever mais e trabalhar menos. Adoro seus textos! super beijo