17.12.07

Theremin

Eu, que gosto dessas coisas anormais, decidi, faz um mês mais ou menos, que precisava ter um Theremin.

Obviamente a vontade aguda já passou, mas o acontecimento merece o relato.

O Theremin é um dos primeiros instrumentos musicais totalmente eletrônicos, cujo funcionamento é baseado em osciladores e detectores de proximidade.

Foi criado em 1919 pelo inventor russo Léon Theremin (Lev Sergeivich Termen), daí seu nome.

Ele possui duas antenas:

A da direita, vertical, controla a altura ou freqüência do som (mais grave ou mais agudo), sendo que a aproximação da mão deixa o som mais agudo.

A da esquerda, montada na horizontal, controla o volume (mais alto ou mais baixo). encostando-se a mão nesta antena, cessa-se o som.

Poucos músicos e intérpretes usam esse instrumento. Jean Michel Jarre é um deles. Pato fu, Rita Lee e Led Zeppelin também o exploraram algumas vezes. Depois disso, só mesmo essa gente excêntrica que, enfim, after all, não tem muita popularidade.

Uma vez compreendida sua maneira de tocar, as coisas são bem intuitivas, ao contrário do teclado ou piano, que exige uma coordenação motora superior (superior à minha, claro...), ou do (argh) violão, que não tem nada de muito óbvio na sua execução.

Pois bem, diante da sua elegante simplicidade, decidi que devia, ao menos, pesquisar seus preços.

Tive uma idéia: Por que não consultar as lojas de instrumentos musicais? Ahaaaa... Mas que idéia genial!!!

ONZE lojas foram consultadas, e os resultados foram lastimáveis. Lembrem-se da minha já consagrada teoria, de que se o vendedor entendesse do que está vendendo, não seria vendedor. (Obviamente, vou omitir nomes de lojas e vendedores.)

LOJA 1:

- Oi, bom dia, estou procurando um instrumento musical, o Theremin. Você tem?
- Ah... eu conheço... mas não vou ter...

Estou com sorte... primeira loja, o cara CONHECE o instrumento, mas não tem. E ainda me recomendou uma outra loja onde poderia ter.

LOJA 2:

- Bom dia, estou procurando um instrumento musical meio difícil de encontrar. É o Theremin. Você conhece?
- Ah, não, amigo, vou ficar te devendo...
- Ah... beleza... mas você conhece esse instrumento?
- Olha... vou ficar te devendo...

Engraçadão... não conhece, né?

LOJA 3:

- Bom dia, estou procurando um instrumento musical meio difícil de encontrar. É o Theremin. Você conhece?
- (nervosamente) Não... não... não... não... não tenho...


LOJA 4:

- Loja tal, pois não?
- Um vendedor por favor?
(...)
- Bom dia, estou procurando um instrumento musical meio difícil de encontrar. É o Theremin. Você conhece? (sim, eu usei essa mesma frase bastante, por conter a óbvia armadilha de saber se o cidadão conhece...)
- Não.. não conheço...
- Ele tem duas antenas, e você toca aproximando as mãos dessas antenas... funciona por interferência magnética das mãos... (NÃO É, eu sei, mas isso é a maneira mais fácil de descrever esse negócio para eles... SEM QUERER SUBJUGÁ-LOS, CLARO, mas eu já tava começando a ficar decepcionado/irritado/etc...)

Sim, nesse ponto, eu já estava TAMBÉM testando o conhecimento dos vendedores. Lamentável da minha parte, mas puxa, eu quero um Theremin!!!

LOJA 5:

- Bom dia, estou procurando um instrumento musical meio difícil de encontrar. É o Theremin. Você conhece?
- Não... não conheço... peraí um minutinho...
(passou para um vendedor)
- Bom dia, estou procurando um instrumento musical meio difícil de encontrar. É o Theremin. Você conhece?
- Conheço sim, mas não tenho.

UFA... mas não tinha. Deu na mesma.

LOJA 6:

- Bom dia, estou procurando um instrumento musical meio difícil de encontrar. É o Theremin. Você conhece?
- Sobre o que seria?
- Um instrumento musical chamado Theremin...
- Só um pouquinho... (telefone no mudo...) - Ele faz parte de qual instrumento?
(e sabe quando você sente a vista escurecendo?...)
- Ele É o instrumento.
- Só um minutinho, senhor...
- (outra pessoa) Pois não?
- Bom dia, estou procurando um instrumento musical meio difícil de encontrar. É o Theremin. Você conhece?
- Ahnmnh??
- Duas antenas... proximidade das mãos... campo magnético...
- Olha, senhor, acho que só em São Paulo... já ligou pra lá?
- Ok, eu ligo.

(ãhã!) - :P

LOJA 7:

- Bom dia, estou procurando um instrumento musical meio difícil de encontrar. É o Theremin. Você conhece?
- Só um pouquinho, vou passar pra vendas... (deve ser uma loja de departamentos gigante, com milhares de setores...)
- Bom dia, estou procurando um instrumento musical meio difícil de encontrar. É o Theremin. Você conhece?
- Não...

(e mais um mico, descrevendo inutilmente uma excentricidade do gênio humano...)

LOJA 8:

- Bom dia, estou procurando um instrumento musical meio difícil de encontrar. É o Theremin. Você conhece?
- Cara... já ouvi falar, mas não tenho não...
- Hum... e você sabe onde que eu posso conseguir?
- Ah, é um instrumento meio exótico, não vou saber lhe informar...

Gostei dessa. "Exótico". hum...

LOJA 9:

- Boa tarde, estou procurando um instrumento musical meio difícil de encontrar. É o Theremin. Você conhece?
- Não senhor, não conheço (com uma honestidade ímpar, que me fez até ficar envergonhado...) e não tenho nem fornecedor.
- Ok, obrigado...

É bom ter mais respeito com as pessoas, sabe?

Mas eu continuo querendo o Theremin.

LOJA 10:

- Boa tarde, estou procurando um instrumento musical meio difícil de encontrar. É o Theremin. Você conhece?
- (risos) só um... só um minutinho... (com a mão tampando o microfone) Você conhece um instrumento "TEREMÍ"? ... Não, senhor, a gente não conhece... Talvez não com esse nome...

Eu mereço isso???

LOJA 11:

- Boa tarde, estou procurando um instrumento musical meio difícil de encontrar. É o Theremin. Você conhece?
- Qual instrumento que é?
- Theremin
- Só um minutinho, vou te passar pro dsçlfretisd...
- Alô?
- Boa tarde, estou procurando um instrumento musical meio difícil de encontrar. É o Theremin. Você conhece?
- Como?
- The-re-min...
- Como que é esse instrumento?
- (Duas antenas, magnético, proximidade, bla-bla-bla)...
- Peraí, vou te passar pro setor de áudio.
- Alô? Pois não?
- Boa tarde, estou procurando um instrumento musical meio difícil de encontrar. É o Theremin. Você conhece?
- Como?
- The-re-min...
(idem diálogo anterior...)


Tudo bem que o Theremin é excêntrico, mas não é possível que tão poucos vendedores o conheçam. Será que estou exigindo muito???


Uma breve pesquisa na internet me levou ao seguinte site: http://www.theremin.com.br/

Eles fabricam um Theremin com o mesmo circuito elétrico do Moog "Etherwave". A fabricação é semi-artesanal e o custo é de R$ 700,00 em até três vezes.

O custo até não é o maior problema... a questão é que as minhas perspectivas de vida não incluem, nem de longe, um retorno decente para este investimento. E eu tenho um destino bem mais sério pra esse capital todo.

Bem, capacitores, resistores e circuitos integrados (dizem que) são a minha área. Será que eu consigo fabricar um Theremin?

2 comentários:

Moriah disse...

Adorei esse post. Por que será??? :D

Kodi disse...

A Ocarina que já é um instrumento mais conhecido, aposto que teria o mesmo resultado numa pesquisa. Esse povo especializado só vende o que tem mais procura. É o capitalismo! Quanto aos vendedores, acho que você sempre deveria conversar com o gerente: além dele saber mais que o vendedor, é mais fácil cavar um descontinho.