26.3.09

falando em máquina fotográfica...

(É só um post de máquina fotográfica... longo pra caramba...)

A Canon acaba de lançar a EOS 500D. Nem tem nas lojas ainda... Só os grandes "reviewers" as testaram.

A sua categoria é controversa: Por ser um modelo de três dígitos, era pra ser "Entry Level", mas com a chegada da EOS 1000D e por ter as mesmas inovações de maquinas de categoria superior (como a 50D e a 5D Mark II), acaba ficando como "Midrange" mesmo.

Suas inovações vão desde as mais ingênuas, como "Live View", até as mais sofisticadas, como a correção automática de escurecimento dos cantos (ocorre em muitas lentes), com memorização para até 20 lentes diferentes.

O sensor é de 15 megapixels, e é do já esperado tamanho APS-C, o que implica num "crop factor" de 1,6x.

Sobre a resolução, é bom frisar que não existe propriamente uma causalidade entre ela e a qualidade de imagem. Existe, sim, uma correlação, já que avanços na tecnologia aumentam tanto uma coisa quanto outra.

O que os fabricantes deveriam fazer (e já estão fazendo, num certo senso), é parar de perseguir a resolução, e andar na direção da sensibilidade. Mais megapixels implicam em arquivos maiores, e fotos com mais ruído.

A primeira parte é óbvia.

A segunda parte é o seguinte: Colocando-se mais pixels na mesma área, o tamanho efetivo do pixel, na superfície do sensor, é menor. Isso implica em mais ruído térmico (variações apreciáveis no valor entregue pelo sensor, para aquele ponto). Esse ruído pode ser combatido por duas estratégias: qualidade do sensor, e software.

Ambas as estratégias são limitadas, e acredito que a segunda já chegou no seu limite.

(Há uma terceira estratégia: em astrofotografia são usados sensores avulsos resfriados com nitrogênio líquido, para se atingir níveis extremamente baixos de ruído; mas, resfriar uma câmera dessas inteira acredito que resulte na sua destruição).

Resta então respeitar o compromisso entre tamanho de imagem e ruído térmico apresentado pela tecnologia atual.

A "resolução específica" (pixel density, em inglês) desta câmera é de 4,5 MP/cm², um valor até ingênuo de tão conservador, perto dos 43 MP/cm² da Canon SD960 IS. (A esse respeito, a minha EOS 10D chega a ser uma vovozinha: 1,8 MP/cm² - e ela não tem redução de ruído por software!)

Os 15 megapixels desta câmera implicam em fotos de 4752 x 3168 pixels, o que a 200 dpi permitem impressões de 40 x 60 cm, algo meio exagerado na minha opinião. Aliás, megapixels são uma armadilha: Há quem afirme que, devido ao Filtro Bayer, as máquinas digitais possuem, na verdade, 1/3 da resolução informada. É bem pertinente a explicação, e, na prática, dá pra confirmar isso. (Só que como todos os fabricantes adotam o mesmo critério, não dá pra se considerar propriamente uma "má fé"). Outra: Dobrando-se a resolução espacial ("os megapixels"), aumenta-se apenas 41% a resolução linear. Então, seus 15 megapixels, apesar de respeitáveis, representam menos do que dão a entender. Ainda assim, desculpem se isso soa agressivo, mas esses 15 MP dão um banho em qualquer point-and-shoot por aí.

Outra coisa digna de nota é sua capacidade de fazer vídeos. Os mais ortodoxos torceriam o nariz para essa característica, mas o fato é que ela tem sensor, memória, espelho motorizado, processador super rápido... não custaria nada colocar um microfone e agregar "algumas linhas" no firmware.

A resolução que ela atinge é 1920 x 1080 (full hd) a 20 fps, e 1280 x 720 a 30 fps. Tenho a impressão de que os 20 fps da maior resolução são uma limitação de software, para não "matar" câmeras de categorias superiores. Poderia ser 30, como na EOS 5D Mark II, mas isso é só uma hipótese baseada em dados nada rastreáveis.

Não sei se eu compraria uma câmera dessas. É muito tentadora, haja vista todos os seus avanços. Mas, além de ela vir para cá com preços de câmeras superiores, sua proposta ainda é a de uma "Entry Level", com implicações na ergonomia (usabilidade, funções dos botões), e na robustez.

É que, com o tempo, a gente vai ficando fresco, sabe...

13 comentários:

theultimatenerd disse...

Estando no preço justo, sem dúvida eu teria grandes chances de comprar essa câmera, já que são muitas inovações juntas.

Kodi disse...

Ah, eu tinha lido sobre essa aí uns dias atrás. O vídeo em alta definição me encantou, mas eu sabia que tinha alguma limitação por aí - os fps. Ah não! Eu tô enganado! A que eu vi era uma Nikon... =P~ Pelo jeito a moda agora é o full HD.
Será que dá pra gente sonhar com essas coisas tão cedo? O preço deve ser uma beleza, não é?

theultimatenerd disse...

Ok, vamos aos preços:

Uma EOS 50D + 18-200mm USM IS, na gramado foto studio custa o mesmo que o meu carro anterior: R$ 5.800,00. Na BHPhoto, US$ 1.700,00.

A Canon EOS 1Ds Mark III custa mais do que o meu carro atual e o meu carro anterior juntos, e mais a minha 10D, com memória, flash e tudo que é coisa...: R$ 28.500,00. (não especifica se vai com a lente). Na BHPhoto, míseros US$ 7.000,00.

(Dá quase pra ir, comprar duas, vender uma e ainda sair no lucro.)

Ok, adiante...

A EOS 500D + 18-55mm IS já tem na BHPhoto, por US$ 900,00.

A EOS 1000D + 18-55mm IS nessa mesma loja custa US$ 500,00, preço até justo.

O dilema, obviamente, é a EOS 450D + 18-55mm IS, por US$ 692,00. Não tem os mesmos recursos da 500D mas é melhor que a 1000D. E ai?

Sobre a Nikon, ela foi de fato a primeira a colocar vídeo numa DSLR.

(A Mamiya tem uma digital de médio formato que é um sonho... quin-ze-mil-dó-la-res...)

Kodi disse...

A 1000D é bem mais barata que a 500D. Eu achava que quanto maior o número, mais novo era o modelo. Bom, de qualquer forma milão é um preço bem acessível. Eu esperava coisa de 5 paus pra cima na 500D.

theultimatenerd disse...

A Canon ainda tem alguma lógica na numeração:

4 dígitos = modelo de entrada (corpo de plástico, ausência de displays por tudo, alguns recursos ausentes)

3 dígitos = modelo intermediário, para amadores e entusiastas, muitos foto-jornalistas usam (mais recursos, mais velocidade, misto de plástico e metal)

2 dígitos = semi-profissional, muito usadas em casamentos, festas, etc. (corpo em metal, recursos tecnológicos de ponta, refino construtivo)

1 dígito = top de linha, uso profissional. robustez construtiva, à prova d'água e de pó, não possuem flash integrado.

No rodapé dessa página fica fácil de entender:
http://en.wikipedia.org/wiki/Canon_EOS_500D

Já as Nikon não possuem lógica alguma. Vide http://en.wikipedia.org/wiki/Nikon_D90

ocho disse...

Na sua opiniao, quais maquinas sao melhores? Canon, Nikon, Fuji, Sony (Cybershot), Olympus, Kodak, Panasonic? Se nao for demais, saberia quais sao as vantagens e desvantagens de cada um? ^^v

theultimatenerd disse...

Ocho,

Olha, infelizmente meu conhecimento maior é sobre as Canon... Pesquisar sobre as outras marcas é algo que eu já deveria ter começado.

O mercado de DSLRs é divido entre as Canon e as Nikon, com poucas diferenças entre os países. Uma fração do mercado é dividida entre as outras marcas.

Essas duas grandes marcas são boas, recaindo o critério de escolha em pequenos detalhes, como familiaridade, histórico, adaptação ao uso... Geralmente quem já tem uma das marcas, permanece nela pra justificar o investimento. Ex.: eu tenho duas máquinas Canon e CINCO lentes para elas. Para mudar para a Nikon, teria que me desfazer de tudo e ir comprando tudo de novo. (Fotógrafos profissionais destroem uma câmera em 2 anos, mas ficam uns 10 anos com as lentes.)

Entre as Canon e as Nikon, é o seguinte: As Canon possuem os recursos mais distribuídos em menus. As Nikon possuem os recursos distribuídos em botões. Uma Canon você pega e sai usando. Uma Nikon é mais enjoada de aprender o que é cada botão, mas depois que você aprende, fica mais rápida de usar.

Fora isso, depois de tirada, você não diferencia qual foto foi tirada com qual máquina. As diferenças são irrisórias.

Aparentemente, as Nikon são um pouco melhores e um pouco mais baratas que as Canon, mas isso é completamente subjetivo.

Tem outras diferenças de contexto, como: As Canon trazem os avanços já nas máquinas de baixo custo, ao passo que a Nikon só os introduz nas máquinas top de linha. A Canon faz tele-objetivas melhores, e a Nikon faz grande-angulares melhores. A Nikon usa o mesmo sistema de encaixe de lentes desde 1959, mas possui problemas de incompatibiliades entre lentes e câmeras. A Canon criou o sistema EF em 1987, puxando o tapete de muitos usuários, mas criando um sistema realmente evoluído de controle de lentes.

Aqui tem um excelente artigo sobre elas:

http://www.kenrockwell.com/tech/nikon-vs-canon.htm

Sobre a Sony, ela tá entrando no mercado agora, com produtos muito bons. É a linha "alpha". Tenho ouvido muitos elogios sobre ela. O problema é a tradição e a disponibilidade de lentes, muito pequena.

Se você quer entrar na fotografia séria, esqueça as Cybershot. São máquinas boas, cheias de recursos e tal, mas são propostas muito diferentes. Conheça pessoalmente as máquinas que você vai entender.

Pentax é uma marca legal também, com a vantagem de usar as mesmas lentes desde 1975. Isso significa tradição e prestígio, mas não são máquinas (e acessórios) que você encontra fácil no mercado.

Kokak, Panasonic e Fuji também devem ter suas virtudes, mas aí eu já não sei mais nada...

Hasselblad e Leica são duas marcas de respeito, mas terrivelmente caras. Até hoje não achei um argumento que seja, que justifique de maneira convincente e inequívoca tamanha disparidade de valor. Tudo bem, a qualidade construtiva delas é algo inquestionável, são máquinas feitas para a eternidade. Dentre as fotos mais famosas do mundo, muitas foram feitas com uma dessas duas marcas. Ah, sei lá. É para o seleto clubinho de fotógrafos ortodoxos.

Recentemente a Olympus e a Kodak criaram um standard para encaixe de lentes chamado "Four Thirds". É para ser um padrão universal, e atualmente já tem mais parceiros envolvidos, como a Fuji, a Leica, a Sigma, a Panasonic e a Sanyo. Talvez tenha futuro.

Recomendo muita leitura e muita pesquisa.

http://www.dpreview.com/ é um ótimo site.

Visite as lojas e veja o que elas têm para oferecer.

Recomendo que você fique entre a Canon e a Nikon, porque são realmente as mais disseminadas.

Falou!

theultimatenerd disse...

(Meu Deus, isso tá mais comprido que muitos posts...)

Kodi disse...

Pra uma pergunta dessas eu também faria uma resposta gigante =]~

Eu tava propenso a comprar uma nikon, no futuro. Por influência do Adriano, que pode me dar umas instruções e quem sabe comprar uma comigo, tehhe.

Agora surgiu vc para me influenciar com a Canon...

ocho disse...

Suas palavras foram mais que suficientes e me tirou muitas duvidas. Esse é o Bruno!!!! ^^

theultimatenerd disse...

Que bom, Ocho!

"Isto fica feliz em poder ajudar!!!" hehehehe

The Ultimate Nerd disse...

Em Curitiba vi, recentemente, uma Hasselblad, de médio formato.

É o estado da arte em termos de qualidade construtiva. "Precisão" e "robustez" a conceituam muito bem. Valem cada centavo.

Anônimo disse...

нуу всё с натяжкой это у вас както [url=http://skachkafilov.ru/sitemap.xml ] скачать книгу halo the flood на русском языке [/url] скачать открытки анимированные с праздником
[url=http://videokun.ru/sitemap.xml ] скачать программу strong dc [/url]
http://vidosoff.ru/sitemap.xml

скачать мп3 к ф год золотой рыбки хрустальный мир

http://vidoson.ru/sitemap.xml

скачать для стили windows xp

http://failikitut.ru/sitemap.xml

скачать читы cs 1.6 wallhack