21.4.11

pensando sobre balões...

Estive pensando...

Quando enchemos um balão com gás hélio, ele se torna mais leve que o ar, e flutua, certo?

Ao invés disso, se conseguirmos manter o balão com sua forma de balão cheio, mas se dentro dele houver vácuo (usem a imaginação, vai...), ele ficará ainda mais leve? E a explicação disso é o empuxo?

Se isto for verdade, este balão "cheio" e "vazio" pesa menos que um balão vazio e todo compactado?

6 comentários:

Ocho disse...

Na visão hipotetica das coisas, acho que poderia flutuar sim, pois a densidade do helio é menor que o ar, mas ainda tem densidade, visto que o vácuo nao tem densidade alguma. Mas criar um vacuo dentro de um balao é praticamente impossivel, como o vacuo teria capacidade de inflar o balao? O vacuo nao eh gas, é nada, por isso nao tem capacidade de dar forma a um balao.

Ariel Shem Tov disse...

O problema é que o balão teria de ser feito com uma estrutura rígida mesmo. Rígida e mais leve do que o ar. 

Ou vc é mais pesado do que o ar e se utiliza da força do mesmo para se elevar (como o avião, ou os pássaros), ou vc tem massa mais leve para ser elevado pelo empuxo.

Eu acho. Estamos bem pseudo-cientistas, né? :P

Kodi disse...

Isso dá um nó na cabeça.
Não tem muito a ver com seu texto, mas vi no mithbusters um teste comparando qual bola ia mais longe: uma com ar e outra com hélio. A de ar ainda ganhava por pouco.

Raíssa Elias disse...

o problema é como encher o balão com vácuo! né!

Silvério disse...

lol

The Ultimate Nerd disse...

Ninguém falou em "encher o balão com vácuo"...

Eu escrevi "se dentro dele houver vácuo", no que a minha amiga Ariel Shem Tov acertou em cheio: uma estrutura rígida mesmo. E, para fins de comparação, o balão com hélio deveria ser feito do mesmo material.

"usem a imaginação..."